quarta-feira, 31 de julho de 2013

O novo Nexus 7 da Google


Quando o tablet Nexus 7 foi lançado há um ano atrás, criou-se um novo patamar para a linha de dispositivos Android de 7". Antes dele, a categoria era uma bagunça com diversos aparelhos de baixa performance, baixo desempenho e de pouca produtividade. O Kindle Fire, da Amazon, foi o único a se destacar mesmo não sendo propriamente um tablet Android.

Agora, novamente, o tablet Android Nexus 7 demonstra o mesmo vigor tecnológico do seu antecessor. Chama a atenção o primor das imagens deste dispositivo. Nota-se que a Google, de fato, se preocupou em dar aos seus consumidores um tablet de qualidade neste quesito. Com resolução de 1920 x 1200 full HD, o Nexus 7 deixa comendo poeira até mesmo seu principal concorrente, o iPad mini que tem "apenas" 1024 x 768 de resolução. Detalhe, o Nexus 7 custa US$ 100 a menos.

Tamanha resolução se dá, em parte, por conta do processador Snapdragon S4 de 1,5 GHz com 2 GB de RAM. Outra novidade é que o tablet é o primeiro dispositivo a sair da fábrica com Android 4.3 o que lhe garante total compatibilidade com as outras novidades que a Google está lançando no mercado - como o Chromecast. O Nexus 7 vem com 16GB de armazenamento. O ponto fraco aqui fica por conta da (inexplicável) falta do slot para cartões microSD. Ou seja, não é possível expandir a capacidade de armazenamento. Um erro grave da Google.

O Nexus 7 está com um design mais elegante, um pouco mais fino e um pouco mais leve que seu antecessor. Também podemos observar que com os cantos menos arredondados ficou melhor segurar o aparelho, temos mais "pegada". As câmeras não impressionam, mas também não fazem feio com 5 MP na traseira e 1,2 MP na frontal. No geral, a Google acertou de novo com seu Nexus 7. Sem dúvida, um dos melhores do mercado com alta performance e com um preço justo: US$ 229 no mercado americano.

Fonte: Mashable e Google