quinta-feira, 27 de junho de 2013

Respeito e amor


É muito bom quando alguém ama sua marca, seu restaurante ou seu projeto.

Mas nós não nos apaixonamos sem respeito, primeiramente. Como J Mays, da Ford diz, é importante saber que este carro faz 20 quilômetros por litro, o que é incrivelmente confiável, e que pessoas que você admira dirijam um desses - estas são as origens do respeito.

Se você não pode ganhar o meu respeito, nem sequer se incomode de enviá-lo porta a fora.

Respeito é insuficiente, por si só, no entanto. Respeito não faz o coração disparar, respeito geralmente não leva alguém a esperar na fila nem faz ninguém falar empolgadamente sobre uma ideia de outra pessoa. Não, estas coisas vem da paixão, vem do inefável e mágico botão que se liga quando somos tocados por algo num nível emocional.

Sem respeito, não espere amor. Existem muitas opções e muita informação para que eu me apaixone por algo incompleto ou incompetente. Mas respeito só não basta. Encontrar as especificações lhe dará respeito, sem dúvida, mas parar aí não fará nunca que você ganhe amor.

É tempo para investir na magia. Tempo para se arriscar e saltar no desconhecido, no inseguro e incerto território onde o amor vive.

____________________
Traduzido por Silvio Luis de Sá. Texto original em Seth's Blog