sexta-feira, 10 de maio de 2013

Falhas de comunicação



O desafio da comunicação não é nunca descomunicar, mas sim diminuir o tempo entre a interação e a percepção de que a comunicação não funcionou. Porque quando mais cedo soubermos que não estamos conectados, mais cedo podemos corrigir este erro.

Telefonemas, por exemplo, nos leva a ter menos falhas na comunicação do que instruções por email. Um ciclo de transparência se constrói no meio. "Hã?" é jeito mais apropriado de indagar alguém para que ela refine a sua mensagem. Conversas são mais claras do que ordens porque nelas podemos identificar erros e corrigi-los.

Organizações que são boas em identificar mensagens internas mal-compreendidas estão muita mais propensas a serem mais ágeis, sincronizadas, do que aquelas que assumem que as mensagens que vem de cima nunca podem ser questionadas. Na dúvida, pergunte.

______________________
Traduzido por Silvio Luis de Sá. Texto original em Seth's Blog